Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cantinho do Crochet

O crochet é uma arte. O crochet é intemporal. E o crochet pode também ser um pequeno mundo. Mundo esse que me proponho explorar neste blog, dando a conhecer os mais variados aspectos desta arte que tanto admiro.

O crochet é uma arte. O crochet é intemporal. E o crochet pode também ser um pequeno mundo. Mundo esse que me proponho explorar neste blog, dando a conhecer os mais variados aspectos desta arte que tanto admiro.

Cantinho do Crochet

20
Mai20

Conversemos Sobre Fios: Fibras de Origem Animal


Natacha

Como já devem ter percebido, para fazer crochet qualquer fio serve... Até pode ser cordel da loja de ferragens! Mas o facto é que existem imensos tipos de fios, ou melhor, de fibras; e é o tipo de fio que define a agulha que vamos usar, o tipo de trabalho que vamos fazer e o resultado final que conseguiremos obter.

Então, vamos a isto. Os fios são compostos por fibras, as quais podem ser de origem natural, sintética, ou uma mistura de ambas.

As fibras naturais podem, por sua vez, ser de origem animal ou de origem vegetal; já as fibras sintéticas são feitas pelo Homem. 

Hoje, vou debruçar-me sobre as fibras naturais de origem animal, as quais têm como características em comum o serem quentinhas, terem alguma elasticidade e o facto de quase todas poderem ser feltradas. As mais comuns são a lã, a seda, a caxemira, a fibra de alpaca, o mohair (ou angorá de cabra), o angorá (de coelho) e ainda o fio de camelo. Mais em pormenor:

Ovelhas.jpg

: Provém das ovelhas e é a fibra animal mais comum e versátil;é facilmente feltrável. É quente, tem capacidade de absorção da humidade e é durável. A sua suavidade depende da raça da ovelha que que é recolhida a lã.

Seda: A seda é na realidade o fio com que o bicho da seda constrói o seu casulo. É uma fibra longa, brilhante, macia, leve e fina, mas surpreendentemente forte para o seu peso; é perfeita para trabalhos mais delicados, como acessórios de moda mais sofisticados ou até peças de roupa.

Caxemira: É uma fibra de luxo, caríssima, extremamente suave e quente, embora não seja muito volumosa.

Fibra de Alpaca: É uma fibra mais suave que a lã e tem uma textura sedosa; também é uma fibra de luxo, mas a sua popularidade tem vindo a aumentar nos últimos anos.

Mohair: O angorá de cabra é uma fibra muito fininha, sedosa e brilhante, com grande capacidade de absorção de cores, ou seja, é fácilmente tingível. Em contrapartida, não é possível feltrar esta fibra.

Angorá: O angorá de coelho é extremamente macio e sedoso e tem um efeito "fofinho" (estão a ver aquelas camisolas de malha que parece que têm pêlo? É mais ou menos isso). Costuma ser combinado com outras fibras pois tende a formar borbotos com muita facilidade.

Angorá.jpg

Fibra de Camelo: Provém da subcamada de pelo dos camelos da região dos Himalaias; esta fibra tem uma capacidade natural de regulação da temperatura, além de ser leve e muito pouco elástica.

Finalmente, uma confissão: já aprendi uma série de coisas ao pesquisar para este post... Nunca tinha ouvido falar em fibra de camelo!!  E vocês?

Fontes:

Novelo com Agulha.jpg

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Imagens

Algumas das imagens apresentadas deste Blog são retiradas da internet e sempre que possível será mencionada a fonte das mesmas. Caso seja o autor(a) de alguma das imagens apresentadas e não autorizar a utilização da mesma, por favor entre em contacto para que seja retirada. Some of the images on this blog are taken from the internet. Their source will be mentioned whenever possible. If any of these images belongs to you and you do not authorize its use, please let me know and it will be removed immediately.
Blogs Portugal

Acordo Ortográfico

Eu aprendi a escrever de acordo com o AO estabelecido em 1945 e não concordo com o Novo AO... Lamento, mas escrevo em português de Portugal, com, c's, com p's e por aí fora.